Acupuntura na Enxaqueca

Enxaqueca é uma doença crônica (doença crônica é aquela que têm data para começar mas não para terminar) que compreende um desequilíbrio químico no cérebro, envolvendo hormônios e substâncias denominadas peptídeos.

Esse desequilíbrio levará a outros, como neuroquímicos e hormonais, que são decorrentes do estilo de vida e hábitos do portador da doença enxaqueca, e também de uma predisposição genética.

O resultado é uma série de sintomas que podem ir muito além da dor de cabeça. Por sinal, existem casos de crises de enxaqueca com muito pouca dor de cabeça ou até mesmo sem dor de cabeça, apenas com os demais sintomas como enjôo, visão embaçada, tonturas, alterações do humor, aversão à claridade,aura visual, sensorial ou motora (aura de enxaqueca compreende sintomas como perda parcial da visão, formigamentos, entre outros.

Um estudo publicado no Canadian Medical Association Journal indica que acupuntura ajuda a reduzir o número de dias de enxaqueca e pode ter efeitos duradouros sobre o problema, a análise foi liderada por um pesquisador da University of Traditional Chinese Medicine, na China.

A acupuntura atua em vários níveis do cérebro:

Ativando um circuito denominado sistema supressão da dor (também conhecido como sistema inibitório descendente);

Promovendo a liberação de endorfinas (substâncias semelhantes à morfina, fabricadas nos neurônios, que promovem sensação de alívio da dor e bem-estar);

Aumentando os níveis de serotonina no líquor e tronco cerebral inferior;

Diminuindo a liberação de substâncias cerebrais relacionadas à dor.

O efeito da acupuntura numa crise de enxaqueca pode ser muito rápido, com graus de alívio que podem ser muito grandes, e sem os efeitos colaterais dos medicamentos!